Blog

Blog

16 Set

LUBRIFICAÇÃO INDUSTRIAL

Desde os primórdios da revolução industrial na segunda metade do século XVIII, por volta dos anos de 1780, a lubrificação começou a ter um papel importante nas indústrias. Porém, como naquela época os avanços tecnológicos ainda estavam caminhando em passos lentos, o processo de obtenção e fabricação de lubrificantes ainda não era possível.

A lubrificação na época era realizada através de lubrificantes de origem animal e vegetal, o maquinário era robusto e não tinha segurança operacional em seu funcionamento.

Somente por volta do século XIX, que o desenvolvimento tecnológico ganhou força e começaram a ser construídos grandes locomotivas e estradas de Ferro. A partir daí a indústria continuou sem parar a avançar tecnologicamente em seus processos e equipamentos.

E neste mesmo século a indústria petrolífera surgiu e foi desenvolvido o processo de refinamento do óleo bruto, dando origem a seus subprodutos como Querosene, Diesel, Gasolina e o óleo lubrificante. Acompanhando a evolução das máquinas, a lubrificação foi ocupando sua importância nos processos produtivos.

Agora vamos falar especificamente dos óleos lubrificantes:

A lubrificação mais eficiente em máquinas começou a ser realizada com lubrificantes de origem minerais, que são lubrificantes que são obtidos através de refinos do petróleo em CIA petrolíferas. As bases obtidas do refino são de Parafínicos, Naftênicos e Aromáticos e são compostos basicamente de Carbono (C) e Hidrogênio (H).

Com o avanço da indústria aeronáutica, principalmente na área militar, a lubrificação necessitou passar por transformações tecnológicas  e necessitavam ter propriedades para operar sob grandes variações de temperaturas e serem mais duráveis. Aí surgiram os lubrificantes com bases sintéticas.

As bases sintéticas que encontramos no mercado hoje são as de Polialfaolefinas (PAO), sendo a mais difundida em uso industrial, as bases de Polialquilenoglicol (PAG) e as de Ésteres, cada uma com suas peculiaridades de aplicação.

E hoje em dia, praticamente tudo que está em movimento na indústria necessita utilizar da lubrificação.
O óleo lubrificante na indústria é utilizado para lubrificar caixas de engrenagens, rolamentos, sistemas pneumáticos, sistemas de deslizamento de hastes, cremalheiras, fusos, acoplamentos, etc.

Para cada aplicação os lubrificantes deverão cumprir com requisitos mínimos de qualidade para poder exercer a redução de atrito e desgaste destes componentes, funções essas, básicas para a lubrificação!

A Brugarolas, empresa com mais de 135 anos de história, sempre esteve na vanguarda do avanço tecnológico das indústrias, e hoje possui uma posição de destaque no mercado global em lubrificantes industriais. É líder na Espanha no fornecimento de graxa, 3 maior fabricante de graxas lubrificantes na europa e fornecedor oficial de lubrificantes para a força militar da Espanha.

A Telub é o distribuidor exclusivo da Brugarolas no Brasil e possui uma estrutura logística para atender todo o território nacional.

E ainda disponibiliza para seus clientes seu programa de pós-venda que conta com uma equipe de engenheiros e técnicos para oferecer à indústria serviços de lubrificação como software de lubrificação On -line Cloud, análises de óleo, treinamentos técnicos e consultoria de engenharia.

Gostou do conteúdo? Entre em contato conosco para saber mais sobre lubrificação!

Comentários